Vamos conversar?

Vamos conversar?

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Maratona das Asas

Era pra serem 42 amigos que me levassem em suas asas pra eu correr uma maratona. Esta que sonhei e que soube que o prefeito Barbosa Neto contou pra todo mundo que nasceu ali, no ladinho do Lago Igapó, em meio a uma corrida de aniversário da cidade, numa conversa minha com ele.

Não tem jeito! Se fosse diferente, não seria eu! Cutuquei-o no ombro e disparei: "Prefeito! Vamos fazer uma meia em Londrina? A cidade já comporta..." De cara ele, visionário, topou. Mas devolveu: "Me leve o projeto" Levei! No dia seguinte a prova! De lá pra cá, SONHO e AÇÃO se juntaram. E fizeram nossa maratona acontecer.Conto isto, hoje publicamente não para citar ou destacar nomes, uma vez que ele próprio gosta de contar esta historinha,sempre que se pronuncia. Conto para que todos que têm seus sonhos OUSEM colocá-los pra fora. Para as pessoas certas!

É preciso ter ousadia para sonhar. E mais ousadia para por em prática. É publico, pois o nascimento desta maratona se fez no meio a uma multidão. Não poderia ter sido melhor!Não poderia acontecer de forma melhor! Tantos que acompanharam o seu desabrochar vindo de tantos lugares diferentes para presenciarem...

A prova já começou a ganhar este jeito de maratona dos anjos, ou maratonas das asas ali, pois foi compartilhada, desejada e buscada! E hoje, tornou-se realidade! Não há como descrever minha alegria em ver uma maratona linda, organizada, farta e cheia de brilho proprio passar pelas ruas da cidade em que nasci e cresci. Não havia nada que indicasse que um gesto poderia fazer a DIFERENÇA. Mas FAZ! Uma atitude, uma ação, vindos de um sonho. E movimentaram toda uma cidade, trazendo tanta gente...

Não é uma pessoa que move multidões... São os sonhos que ela carrega! Somente por isso que esta maratona aconteceu. Sonhos movem impossíveis, realizam grandes coisas! Que todos os apaixonados pela corrida neste brasilzão possam se inspirar no nascimento desta maratona. E levarem para suas terras este sonho. Somente quem já passou por um pórtico de chegada de seu desafio e, de uma forma singular, de uma chegada de uma maratona, sabe o quanto ela mexe com a gente. Dá vontade de repartir com os outros o sonho. Reparti. E hoje, ela existe aqui!

2 comentários:

  1. Todo o Brasil precisa aprender a organizar provas com Londrina. Na primeira vocês arrebentaram! Não houve erros. Teve tudo e muito mais do que nós gostamos. Parabéns! Voltaremos ano que vem.

    ResponderExcluir
  2. Quando eu dizia que Londrina é uma cidade calorosa de gente que recebe bem, não dava pra dar a dimensão do QUANTO trataria bem! Ouvi muito que era a melhor do Brasil! Tratamento de primeira, respeitando e valorizando o maratonista! Valeu Ricardo!

    ResponderExcluir

Quer comentar?
Clique em "comentários" e digite na janela que se abre. Selecione um perfil (Google, WordPress, Nome/URL, etc), se não tiver, selecione a opção "anônimo", aí é só publicar! Se quiser, identifique-se com seu nome ao final!

Obrigada pela visita! Logo mais, passo respondendo...